[Ps4] Por preços a partir de R$ 300, pirataria chega ao PlayStation 4 no Brasil

.
Fonte: Uol Jogos

Como de costume, os arredores da Rua 25 de Março, no centro de São Paulo, estavam apinhados de gente. Ali existem diversas lojas e galerias que vendem milhares de produtos a preços bem camaradas. A região também é conhecida por comercializar produtos de origem duvidosa. Foi lá que o UOL Jogos encontrou ao menos quatro assistências técnicas que afirmam desbloquear o PlayStation 4.

capa-pirataria-1431442984261_450x253

Em meio a celulares, tablets e videogames, figuram plaquinhas com os dizeres “Desbloqueio do PlayStation 4 R$ 400”.

Pergunto ao atendente de uma das lojas se o PS4 está destravado e ele confirma com um aceno de cabeça. “Mas é destravamento mesmo? Não é conta compartilhada?”. Ele responde de pronto: “Não é compartilhamento de conta. É um desbloqueio mesmo, de verdade”.

Como funciona

“Você deixa seu videogame aqui e nós colocamos 10 jogos no seu HD”, começa a explicar o atendente. “Colocamos um chip na placa do seu PS4, ligamos nosso laptop ao chip, formatamos o HD do videogame e copiamos os jogos. Depois disso, retiramos o chip e entregamos o aparelho”, conta. Simples assim.

O vendedor mostra o tal do chip, que é nada mais nada menos que um Raspberry Pi. Trata-se de um microcomputador do tamanho de uma caixa de fósforo e que pode ser programado para fazer diversas coisas, inclusive o tal do “desbloqueio” do PlayStation 4.

De acordo com o funcionário, usando um programa especial e o “chip”, os técnicos conseguem fazer com que você jogue qualquer jogo do PlayStation 4. Mais que isso: os jogos podem ser atualizados normalmente e até funcionam no multiplayer. “Você pode jogar online e nem a Sony vai saber se você está jogando um game original ou não”, promete. O procedimento, em geral, leva ao menos três dias.

Em outra loja, que cobra R$ 300 pelo desbloqueio, o vendedor oferecia mais jogos e explicava o sistema de uma forma mais convincente. “O que fazemos é transformar um PS4 em um clone de outro PS4. O esquema copia [os dados] da bios e do processador e replica em outros videogames. Assim, tudo o que um PS4 comprar, pode ser copiado para outro. Esse esquema de clonagem é muito melhor que conta compartilhada, porque você compra cada jogo por R$ 30, R$ 35”, calcula o vendedor.

O vendedor, então, adverte que o disco rígido do videogame será formatado, portanto tudo que está instalado terá que ser baixado novamente na PSN, rede oficial do PlayStation 4. Feito o processo, você recebe o videogame de volta com os jogos instalados.

Esse sistema de clonagem permite que a assistência técnica compre o jogo apenas uma vez, mas replique-o em centenas de outros consoles – e como praticamente não há gasto com peças e coisas do tipo, o desbloqueio acaba se tornando muito lucrativo para a assistência técnica.

Mas será que funciona? Sim

Foi nessa loja, pelos R$ 300, que o UOL Jogos deixou um PS4 para ser desbloqueado, com um prazo de entrega para dali cinco dias. “Estamos com muitos aparelhos pra fazer”, conta o atendente, “Todo dia tem chegado uns 10 ‘Play 4’ pra fazer o esquema, aí tem uma fila “, disse o vendedor.

Fui pegar o aparelho e, ao ligá-lo ainda na loja, notei que havia duas contas cadastradas. “Elas [as contas] fazem parte do destravamento. Elas não podem ser apagadas por que, se você fizer isso, os jogos vão ser apagados também”, explicou o mesmo vendedor.

O vendedor iniciou “Call of Duty: Advanced Warfare”, que funcionou normalmente, e depois “FIFA 15”, que também rolou como uma cópia original.

O desbloqueio normalmente é vendido com um número pré-determinado de jogos. Caso o consumidor queira algum outro game no futuro, é preciso levar o PS4 à loja e pagar R$ 50 por cada título – nada mal, considerando que os jogos originais, atualmente, passam dos R$ 200 cada.

Negócio da China? Não, da Rússia

Segundo o vendedor, o esquema de desbloqueio do PlayStation 4 foi criado na Rússia. “E você sabe falar russo?”, perguntei. “Não, mas tem site que faz tradução”.

Com o videogame em mãos era a hora de fazer mais testes. Alguns dias de testes depois, os games continuavam a funcionar normalmente, inclusive atualização e multiplayer.

Estava feita a clonagem de um PlayStation 4 qualquer num dos consoles do UOL Jogos, com 12 jogos, incluindo títulos bastante populares como “Call of Duty: Advanced Warfare”, “FIFA 15”, “PES 2015”, “Bloodborne” e “Mortal Kombat X”.

Se fossem comprados no mercado formal, os games custariam ao menos R$ 1.700, ou seja, o esquema economizou, no mínimo, cerca de R$ 1.400.

Na máquina praticamente não existe mais espaço para novos games – sobraram apenas 50 GB de espaço livre.

O que diz a Sony

Procuramos a Sony para falar sobre o assunto e esclarecer quais são as possíveis sanções que a empresa pode tomar contra um usuário usar do serviço de desbloqueio. A empresa, no entanto, não respondeu nenhuma das perguntas.

Logo, não está claro se e quando os adeptos do esquema poderão sofrer sanções, como o banimento da PSN, se detectados em futuras atualizações de sistema do PS4.

O UOL Jogos colocou o PlayStation 4 desbloqueado à disposição da Sony, uma vez que o procedimento foi realizado para fins estritamente jornalísticos. Caso a empresa não queira recolher o console, as contas e jogos serão apagados.

Com esses sistema, o PlayStation 4 fica praticamente sem espaço para instalar novos jogos Reprodução/UOL

PERGUNTAS E RESPOSTAS

Quanto custa?
De R$ 300 a R$ 400.
Quantos jogos são instalados?
De 10 a 12.
Posso escolher os jogos?
Não. Os jogos são definidos pelas lojas.
Posso jogar games e aplicativos originais?
Sim. O sistema do PlayStation 4 desbloqueado não é alterado. Você vai ter que lidar com a falta de espaço no disco rígido do aparelho, que ficará com mais ou menos 50 GB livres.
Como faço para instalar novos jogos piratas?
É preciso levar o aparelho à loja para instalar novos games.
Quanto custa um novo jogo pirata?
De R$ 30 a R$ 50, dependendo da loja.
Posso apagar um jogo pirata?
Sim. O processo é o mesmo de um jogo original.
Se eu apagar um jogo pirata, eu posso baixá-lo novamente?
Não. Apenas a loja onde você fez o desbloqueio pode instalar jogos piratas em um PlayStation 4 desbloqueado.
Posso trocar o disco rígido do meu PS4 por outro com mais espaço?
Caso você troque o disco rígido do console, será necessário fazer o desbloqueio novamente.
Posso jogar com minha conta?
Sim. O processo de adicionar contas é idêntico a um PlayStation 4 bloqueado.
Corro o risco de ser bloqueado e impedido de jogar online?
De acordo com as lojas pesquisadas, não. Porém, a Sony não se manifestou sobre o assunto, portanto não dá para saber com 100% de certeza.
Posso atualizar o PS4 destravado?
Os lojistas dizem que sim, que as atualizações não afetam o desbloqueio.

 

.

.

.

.

You can leave a response, or trackback from your own site.
Powered by WordPress | Designed by: DeXteR_CwB